Chegou a hora de organizar sua viagem e você já listou várias atividades relacionadas a ela: roteiro, compra de passagens, hospedagens, mala e principais atrações turísticas. Mas você se lembrou de fazer o seguro-viagem?

A primeira coisa que você precisa entender é que o seguro-viagem é um investimento relativamente barato se comparado aos benefícios que proporciona. Já pensou quanto pesa no bolso ter uma emergência médica fora do país? Além disso, em alguns destinos ele é, de fato, obrigatório. Porém, mesmo que não o seja, a melhor forma de estar prevenido contra imprevistos longe de casa é contar com um serviço de proteção como o seguro-viagem.

Por isso, preparamos este post para mostrar por que contratar esse serviço é tão importante para que suas férias sejam seguras e tranquilas. Confira!

Multifuncionalidades do seguro-viagem

A maior parte das pessoas acredita que o seguro-viagem é voltado somente para emergências médicas. Sim, esse é, sem dúvidas, o maior motivo para fazê-lo. Entretanto, não é só isso. A proteção garante assistência em alguns problemas que também podem prejudicar sua viagem.

Você já teve uma mala extraviada? Quem já vivenciou uma situação dessas sabe o quanto ela é aborrecedora. Dependendo dos dias que você ficará longe de casa, pode acabar com metade do seu descanso. Outra situação recorrente é cancelamento ou atraso de voos. Em casos específicos, a seguradora pode indenizá-lo e alocá-lo em outra aeronave.

Saiba quais vantagens buscar

A maioria dos seguros cobre o básico de que todo turista precisa ao se deslocar pelo mundo afora. Alguns cartões de crédito, por exemplo, oferecem essa vantagem. Todavia, existem algumas particularidades que você precisa observar para que a sua experiência seja a melhor possível. Confira os principais benefícios oferecidos pelo seguro-viagem:

Atendimento em português

Uma das primeiras vantagens é o atendimento em português em qualquer parte do planeta. Isso é fundamental para aquelas pessoas que não dominam o inglês, por exemplo, ou para destinos em que o idioma não é tão utilizado. Quando é possível entrar em contato com a seguradora em seu idioma, fica mais fácil resolver situações de muito estresse — afinal, você provavelmente vai precisar do seguro em situações desagradáveis.

Suporte 24h

É indispensável poder contar com um suporte 24h em caso de emergências. Portanto, não se esqueça de checar todos os pormenores do seu contrato e escolher o mais completo possível dentro da sua realidade financeira.

Assistência odontológica

Já pensou como seria embaraçoso quebrar um dente em plenas férias? Ou ainda ter uma crise de dor de dente? Fique atento ao seu contrato, pois grande parte dos seguros também oferece essa facilidade.

Transferência hospitalar

Em alguns países, em caso de internação, a entrada e a saída dos centros de atendimento médico e emergencial podem não ser gratuitas e até mesmo atingir valores muito altos. Por isso, fique atento se o seu contrato estabelece a transferência hospitalar com transporte 24h, inclusive com direito a hospedagem após a alta hospitalar.

Visita durante internação

Uma boa parcela das seguradoras prevê o internamento, porém nem todas bancam os custos de uma visita hospitalar. Na prática, isso não é o fundamental, mas é muito importante. Já pensou ficar em um hospital longe de casa e seus parentes ou amigos mais próximos não poderem visitá-lo? Só um detalhe: veja o valor disponível para isso, pois costuma ser limitado.

Reembolso por gastos com passaportes provisórios

Você sabe que o único documento capaz de garantir sua entrada e saída do país de destino é o seu passaporte, não é mesmo? Por isso, em casos de perda, roubo ou extravio, você terá que desembolsar dinheiro para providenciar um passaporte provisório. Algumas modalidades de seguro oferecem o reembolso desse custo.

Adiantamento de fiança

É claro que esse é um cenário improvável, mas estar em um país desconhecido pode resultar em algumas situações inapropriadas. Por isso, se o seu seguro-viagem lhe garantir o adiantamento de fiança, esse é mais um motivo para você viajar tranquilo.

Regresso antecipado

Você espera por muito tempo até que suas férias cheguem. Mas você já pensou que alguns motivos podem fazê-lo voltar antes do tempo previsto? Uma doença, um acidente ou até uma emergência familiar podem antecipar o seu regresso. Veja se o seu contrato oferece garantias para que isso aconteça dentro das melhores condições.

Acompanhamento de idoso ou menor

Existem alguns serviços disponibilizados pelos seguros que nem imaginamos. Por exemplo, você sabia que alguns deles reservam um valor para garantir o acompanhamento de idosos ou menores, caso seja preciso? Isso mesmo. Se por algum motivo a família precisar se separar durante o trajeto, o seguro faz a condução em segurança da pessoa mais vulnerável.

Auxílio em caso de perda de cartão de crédito

Nos dias atuais, o cartão de crédito é uma das principais formas de pagamento no exterior. Se você perdê-lo, certamente ficará no prejuízo durante sua viagem, até mesmo impossibilitado de fazer compras. O auxílio oferecido pelos seguros em casos de perda de cartão de crédito faz toda a diferença nesse cenário.

Cobertura para prorrogação involuntária

A gente sempre quer esticar um pouquinho as férias, não é mesmo? E quando isso não parte de nós? Em alguns cenários, isso pode acontecer devido a intempéries climáticas, paralisações ou greves ou até medidas cautelares por conta de ameaças ao país. Caso isso aconteça e você seja obrigado a ficar mais um tempo no destino, o seguro-viagem pode dar assistência em custos com hospedagem e alimentação, por exemplo.

Despesas farmacêuticas

Remédios fora do país podem ser bem caros. Se você precisar de algum medicamento, seu seguro-viagem pode pagá-lo. Algumas modalidades vão disponibilizar o pagamento diretamente para a farmácia, enquanto outras vão lhe dar o reembolso das compras.

Adiantamento de fundos no exterior

Vai precisar de mais dinheiro e não se preparou para isso? O seguro-viagem pode adiantar uma reserva financeira quando você estiver no exterior. Contate o seu seguro para ver as condições e limites das operações.

Conseguiu perceber como o seguro-viagem é importante e necessário, tanto nas ocorrências mais simples como naquelas mais complexas? Viajando sozinho ou em família, essa é uma economia que não vale a pena ser feita.

Se você gostou do nosso artigo e quer receber outras informações relacionadas ao universo do viajante, assine nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos em primeira mão!