Uma imensidão branca, com mais de 12 mil quilômetros quadrados, o Salar de Uyuni parece ter saído de um sonho. O maior deserto de sal do mundo fica próximo à cidade de Potosí e a 600 quilômetros de La Paz. O ponto de partida é a pequena cidade de Uyuni, em uma viagem que só termina na fronteira com o Chile, bem na entrada do Deserto do Atacama. Possui lagunas, lagoas coloridas e águas transparentes, gêiseres, formações rochosas e hotéis feitos de sal. Situado a uma altitude de 3.680 metros acima do nível do mar, o salar possui 11 camadas de sal, cuja espessura varia entre dois e 10 metros. Essa paisagem única – a mistura de sal e água cria uma espécie de espelho – atrai milhares de turistas à Bolívia, tornando essa uma jornada especial para os aventureiros de plantão. Seja durante o inverno, quando tanto branco ameaça cegar os olhos dos desavisados, ou no verão, quando as chuvas formam uma lâmina que reflete um céu sem fim, o Salar de Uyuni é garantia de boas imagens e experiência inesquecível.

A melhor época para viajar ao Salar de Uyuni é no final de cada estação chuvosa, ou seja, no fim de janeiro e de agosto. O período de outubro a maio também é recomendado, quando as chuvas ajudam a diminuir o calor.