Formado por um processo de erosão ocorrido há milhões de anos, o Grand Canyon tem 446 km de extensão e chega a alcançar 29 km de largura e 1,6 km de profundidade. Trata-se de uma das Sete Maravilhas do Mundo Natural e fica no estado americano do Arizona, próximo das fronteiras com Nevada e Utah.

Com uma área assim tão grande, várias são as entradas possíveis para a atração natural. Decidir perto de qual delas você vai ficar é o primeiro passo para organizar uma viagem pela região. A entrada da parte sul do parque, South Rim, é a mais visitada e acessível durante todo o ano, enquanto a norte, North Rim, é mais erma e funciona de maio a outubro.

A oeste, West Rim, é a que fica mais próxima da cidade de Las Vegas, permitindo conhecer a reserva dos índios Hualapai, e é onde está o Skywalk, uma ponte de vidro que permite que os turistas vejam a profundidade do cânion.

A região pode ser explorada de diversas formas: na caminhada, de barco pelo rio Colorado e até em fascinantes (e caros) voos de avioneta e helicóptero.

Fonte:UOL Viagens